Internet Marketing: 7 lições que aprendi com os Simpsons #1

O artigo de hoje é uma adaptação de um original de Neil Patel, do blog Quicksprout, uma referência (vou ousar dizer) mundial no que a Internet Markting diz respeito. Eu conheci o blog do Neil há algum tempo e tenho-o acompanhado de forma assídua, tentando aprender o máximo possível com os seus ensinamentos.

Ao iniciar um projecto na blogosfera deve ter a noção de que, se realmente pretende alcançar o sucesso, tem de aprender o máximo possível sobre marketing. Não há como fugir disso! O Neil publicou no seu blog , há algum tempo, um artigo fabuloso com 7 lições de Marketing que ele aprendeu a ver os Simpsons.

Lição nº 1 – Arriscar

Num dos episódios da série, Bart Simpson tenta saltar por cima de um precipício com o seu skate. Só de pensar em fazer algo semelhante, a grande maioria de nós estaria petrificado de medo. Bart não fugiu à regra, no entanto decidiu-se e fê-lo. Resultado: o salto foi bem sucedido. Em Marketing é necessário arriscar. Pode estar a cometer um grande erro, mas só com esses erros é que irá aprender e melhorar.

Vou dar aqui um exemplo concreto. Quando lancei o desafio para blogueiros, procurando interessados em participar na elaboração de um ebook “comunitário”, foi um “golpe de marketing” que eu não sabia se ia dar certo (e ainda não sei  … vamos ver), no entanto arrisquei. Se der certo óptimo, senão, terei aprendido a lição ;).

Lição nº 2 – Ser agressivo

Já reparou que o Bart Simpson nunca assume o seus actos? Está sempre a fugir às suas responsabilidades dizendo: “ eu não fiz isso, ninguém me viu fazendo isso, não tem provas que eu fiz isso.”  Eu vou ser sincero, discordo um pouco da forma como Neil aborda este assunto. Ele até pode ser um verdadeiro mestre na matéria, eu até me posso estar a prejudicar os meus resultados, mas eu não me vejo actuar de forma tão agressiva (leia o artigo original e perceberá).

Neste ponto, vou então dar a minha opinião, sobre como eu entendo que devemos ser agressivos e usar estas palavras do Bart numa estratégia de Marketing. Não arranje desculpa, não se esconda, assuma o quem você é, e o trabalho que desenvolve. Ou seja faça o que o Bart não faz.

Não deve ter medo de assumir aquilo que faz e deve usar todos os meios possíveis para mostrar ao mundo o seu trabalho. Não se esconda. Escreva guest-posts em outros blogs do mesmo nicho e se possível em blogs de maior visibilidade que o seu. Não tenha medo de questionar os grandes blogueiros sobre esse assunto, na pior das hipóteses receberá um não como resposta.

Não se iniba de comentar os artigos dos seus concorrentes quando não concorda com o que eles dizem. Ou até mesmo escrever um artigo rebatendo, com argumentos válidos, a posição de outros blogueiros. Se criar polémica à volta de um determinado assunto, certamente os leitores desse blog (e de outros também) irão visitar o seu para ver se realmente os seus argumentos são válidos. Mas cuidado, esta técnica é um “pau de dois bicos”. Ou você está certo daquilo que defende, e tem argumentos muito válidos ou então você irá cair no ridículo e perder toda a sua credibilidade de uma assentada.

Você pode fazer o mesmo em http://www.milinkito.com/swf/bart.php

Lição nº 3 – Ser criativo

Reparou que o clip inicial dos Simpsons é sempre diferente?  Lembra-se desta imagem aqui por cima? Esta cena aparece em  cada episódio dos Simpsons e em cada um deles a frase que o Bart escreve é diferente (e a que eu coloquei também).  Esta frase única para cada episódio é, muitas das vezes, relacionada com temas da actualidade.

Ser criativo é conseguir dia após dia, artigo após artigo, trazer conteúdos novos, diversificados e inovadores aos seus leitores. Se todos os seus artigos são “mais do mesmo”, os seus leitores irão procurar novidade a outro lugar.

A criatividade é também a melhor forma de se diferenciar. Se você tem um blog que se insere num nicho de mercado muito concorrido, a melhor forma de se destacar da concorrência é sendo criativo.

Lição nº 4 – Nunca parar de aprender

Para esta 4ª lição o Neil deixa o Bart de lado e pega na sua personagem preferida: Lisa Simpson. Esta menina é  um modelo: não se cansa de aprender e nunca se contenta com o mediocre. Ela quer sempre ser a melhor independentemente da área.

Segundo Neil Patel, mesmo que você seja sobredotado (como a Lisa), você terá de se esforçar para atingir os seus objectivos. Nada cai do céu.

Você conhece realmente os seus leitores? Quanto tempo eles passam no seu blog ou site? O que leva a que os leitores cheguem ao seu blog? O que leva a que eles se inscrevam na sua newsletter? É necessário aprender mais sobre a sua audiência, só assim saberá como lhes dar a informação que realmente eles procuram.

Esta perspetiva do Neil é muito interessante. Não é a primeira vez que leio e escrevo sobre a importância de aprender.  O estudo principal de um blogueiro não deve ser WordPress, SEO, referenciamento, monetização, mas sim o conhecimento da sua audiência, ou seja o estudo das pessoas! E assim você conseguirá ser criativo e diferenciado como indicado na lição nº 3.

Gostou das 4 primeiras lições?

O que achou desta abordagem do Neil Patel? Se gostou destas 4 primeiras lições, fique atento que amanhã publico as últimas 3 lições de marketing  inspiradas nos Simpsons.

Subsreva a newsletter
Nunca mais perca uma atualização no blog!

8 Comments

  1. Muito bom. São liçoes que levam certamente ao sucesso. Todos os grandes hoje, tiveram que se arriscar muito ontem. Quem não tem as qualidades acima tem muito mais dificuldade para se destacar na multidão.

    Reply
    • Olá Nestor,

      obrigado pelo seu comentário. É verdade, sem arriscar, sem sair da zona de conforto, dificilmente se consegue chegar a algum lado.

      Abraços

      Reply
  2. Muito legal a associação com os Simpsons, artigo magnífico! Gostei muito do quadro negro com o endereço do blog, bem criativo, e o nosso e-book, logo mais estará disponível :D

    Abraços

    Reply
    • Olá Bruno,

      realmente esta associação que o Neil Patel faz com os Simpsons para fundamentar estas lições de Marketing é fantástica.

      Em relação ao ebook, está no bom caminho … sinceramente a qualidade dos artigos que recebi até agora para participarem no desafio está a superar as minhas espectativas.

      Abraços!

      Reply
  3. Olá Hugo, gosto de artigos desse gênero, comparatórios. Acredito que de tudo podemos aprender um pouco, isso acaba por se aplicar na quarta lição, a de nunca pararmos de aprender. Eu penso que nunca parar de aprender é algo essencial para qualquer area de atuação, seja no marketing online, ou na vida real, é sempre bom aprendermos algo novo.

    Ser criativo é algo que sempre tento ser, mesmo que em alguns dias isso é meio complicado de se fazer eu busco por inspiração em tudo qualquer coisa que eu veja para poder produzir algo diferente, algo que disperte a atenção de meus leitores. Obrigado por nos presentear com uma adaptação tão qualificada quanto esta.

    Abraços, Arlindo Armando

    Reply
    • Olá Arlindo,
      Obrigado pelo seu comentário que complementa muito bem o conteúdo do artigo. Fico muito contente que tenha gostado deste artigo, que realemente é uma adaptação de um original de um grande mestre de marketing.
      Eu acredito que qualquer pessoa que realmente queira ser empreendedora, se destacar e ter sucesso tem de estar semrpe atento ao que o rodeia e tentar pegar em pequenas coisas do dia-a-dia para os tornar em ensinamentos para o seu negócio.
      Abraços

      Reply
  4. Olá Hugo, tudo bem?

    Mais um artigo de qualidade. Parabéns!!

    A adaptação que você fez da lição nº 2 foi muito bacana. Além de colocar sua opnião conseguiu provar que o melhor é fazer o oposto do que o Bart faz. Achei fantástico. Isso mostra que você é mestre no assunto e consegue adaptar um artigo estrangeiro para o seu trabalho.

    Um ponto que achei interessante nessas 4 lições é como elas estão interligadas: Arriscar exige ser Agressivo com Criatividade e estar disposto a Aprender com as consequências deste ato.

    Acredito que na vida tudo é aprendizado. O que determina se foi bem sucedido é a forma como lidamos com as consequências de nossos atos.

    Forte abraço,

    Sucesso Sempre.

    Reply
    • Olá Robeilton,

      desde já quero agradecer o seu comentário. Fico muito satisfeito que tenha gostado.

      Eu acompanho muito blogueiros americanos e, naturalmente, os meu artigos acabam por ser direta ou indiretamente influenciados pelos ensinamentos desse senhores.

      Abraços

      Reply

Deixar uma resposta